Nova entrevista sobre o seu cargo na empresa Kering

A Emma foi entrevistada pela Vogue sobre o seu novo cargo no conselho diretivo da empresa Kering. Esta é responsável por várias marcas de luxo como a Gucci e Balenciaga e a Emma vai trabalhar em sustentabilidade.

Podem ler abaixo dois excertos da entrevista e aqui a entrevista completa.

Porque decidiu aceitar este cargo na Kering? “Como a crise da Covid-19 tem mostrado, a sustentabilidade é um assunto urgente que se alinha estreitamente às questões de justiça e igualdade para mulheres, negros, indígenas e pessoas de cor, e o ambiente. O trabalho que a Kering está a fazer [em avançar sustentabilidade em moda] parece mais vital do que nunca e estou extremamente agradecida por me poder ajudar a estes esforços, colocando o meu apoio por detrás de um grupo que estão a demonstrar que levam esta responsabilidade a sério. Estou ansiosa por ajudar a Kering a acelerar ainda mais o ritmo do [seu] trabalho, com base naquilo que já estão a fazer. Estou também extremamente empolgada por colaborar com a fundação dos direitos das mulheres da Kering. Estou sempre animada para aprender.”

[…]

Como é que este novo cargo na Kering se relaciona com o trabalho que tem feito? “Durante esta pandemia, como muitos de nós, tive tempo para refletir no trabalho em que gostaria de estar envolvida e o que é significativo para mim no futuro. Por ter estado tão em público ao fazer filmes e tão ativa nas plataformas sociais no meu ativismo, estou curiosa para abraçar um papel onde trabalho para amplificar mais vozes, para continuar a aprender com pessoas com experiências diferentes (desde trabalhadores de vestuário a designers a diretores de empresas), e para garantir que uma gama ampla de perspetivas são consideradas. Por detrás das cenas agora, eu espero poder ser útil em fazer a diferença. Se as pessoas notarem uma nova quietude em mim, não significa que eu já não esteja aqui ou que não me importo! Vou apenas estar a fazer o meu trabalho de uma forma diferente (menos passadeiras vermelhas e mais reuniões de conferência!). Este é um momento único e pretendo abraçar a oportunidade para mudar. Como a minha amiga [artista e académico] Dr Fahamu Pecou diz — este trabalho é uma maratona por turnos, não um sprint, e eu sei que quero estar nisto a longo prazo e no lugar certo para quando for a minha vez.

Tradução por EmmaWatsonPortugal.Org
27/Jun/2020 Daniela Godinho 0 comentários

Entrevistas, , ,

Leave a Reply