Nova entrevista sobre o seu cargo na empresa Kering

A Emma foi entrevistada pela Vogue sobre o seu novo cargo no conselho diretivo da empresa Kering. Esta é responsável por várias marcas de luxo como a Gucci e Balenciaga e a Emma vai trabalhar em sustentabilidade.

Podem ler abaixo dois excertos da entrevista e aqui a entrevista completa.

Porque decidiu aceitar este cargo na Kering? “Como a crise da Covid-19 tem mostrado, a sustentabilidade é um assunto urgente que se alinha estreitamente às questões de justiça e igualdade para mulheres, negros, indígenas e pessoas de cor, e o ambiente. O trabalho que a Kering está a fazer [em avançar sustentabilidade em moda] parece mais vital do que nunca e estou extremamente agradecida por me poder ajudar a estes esforços, colocando o meu apoio por detrás de um grupo que estão a demonstrar que levam esta responsabilidade a sério. Estou ansiosa por ajudar a Kering a acelerar ainda mais o ritmo do [seu] trabalho, com base naquilo que já estão a fazer. Estou também extremamente empolgada por colaborar com a fundação dos direitos das mulheres da Kering. Estou sempre animada para aprender.”

[…]

Como é que este novo cargo na Kering se relaciona com o trabalho que tem feito? “Durante esta pandemia, como muitos de nós, tive tempo para refletir no trabalho em que gostaria de estar envolvida e o que é significativo para mim no futuro. Por ter estado tão em público ao fazer filmes e tão ativa nas plataformas sociais no meu ativismo, estou curiosa para abraçar um papel onde trabalho para amplificar mais vozes, para continuar a aprender com pessoas com experiências diferentes (desde trabalhadores de vestuário a designers a diretores de empresas), e para garantir que uma gama ampla de perspetivas são consideradas. Por detrás das cenas agora, eu espero poder ser útil em fazer a diferença. Se as pessoas notarem uma nova quietude em mim, não significa que eu já não esteja aqui ou que não me importo! Vou apenas estar a fazer o meu trabalho de uma forma diferente (menos passadeiras vermelhas e mais reuniões de conferência!). Este é um momento único e pretendo abraçar a oportunidade para mudar. Como a minha amiga [artista e académico] Dr Fahamu Pecou diz — este trabalho é uma maratona por turnos, não um sprint, e eu sei que quero estar nisto a longo prazo e no lugar certo para quando for a minha vez.

Tradução por EmmaWatsonPortugal.Org
27/Jun/2020 Daniela Godinho 0 comentários

Entrevistas, , ,

Emma à frente de empresa de investimento

Depois de ter saído a notícia da entrada da Emma para o conselho diretivo da empresa Kering, o Times divulgou que esta não é a primeira vez da Emma no mundo empresarial. Há três anos atrás, em 2017, a Emma fez parte da criação de uma empresa de investimento chamada Hestia Hebe.

O nome Hestia Hebe é inspirado pelas deusas gregas Hestia, deuza do coração, casa e família e Hebe, deusa da juventude.

De momento, estas são as únicas informações disponíveis.

Fonte

25/Jun/2020 Daniela Godinho 0 comentários

Emma,

Emma envia mensagem a pessoas transgénero depois de polémica de J.K. Rowling

Depois da polémica gerada pelos tweets de J.K.Rowling sobre pessoas transgénero, várias celebridades manifestaram a sua opinião sobre o assunto. A Emma foi uma delas com os tweets abaixo:

Pessoas transgénero são quem dizem ser e merecem viver as suas vidas sem ser constantemente questionadas ou informadas que não são quem dizer ser.

Eu quero que os meus seguidores transgénero saibam que eu e muitas outras pessoas por todo o mundo vos vêem, vos respeitam e vos amam por quem vocês são.

Eu faço doações a @Mermaids_Gender e @mamacash. Se podem, talvez se sentim inclinados a fazer o mesmo. <3

Feliz #PRIDE2020 A enviar amor x

Ler mais
21/Jun/2020 Daniela Godinho 0 comentários

Emma, ,

Emma junta-se ao conselho diretivo do grupo Kering

Os acionistas do grupo empresarial Kering aprovaram hoje a entrada da Emma como membro do conselho diretivo do grupo. Kering gere várias marcas de moda, joelharias e relógios de luxo. Além de pertencer ao conselho, a Emma será também a presidente do comité de sustentabilidade.

Abaixo podem ler as descrições publicadas no anúncio. O anúncio pode ser lido por completo aqui.

Sobre Kering

Um grupo de Luxo, Kering gere o desenvolvimento de uma série de Casas de renome na moda, artigos de couro, joalharia e relógios: Gucci, Saint Laurent, Bottega Veneta, Balenciaga, Alexander McQueen, Brioni, Boucheron, Pomellato, DoDo, Qeelin, Ulysse Nardin, Girard-Perregaux, bem como Kering Eyewear. Ao colocar a criatividade no centro da sua estratégia, Kering permite que as suas Casas estabeleçam novos limites em termos de expressão criativa enquanto criam o Luxo de amanhã de uma forma sustentável e responsável. Captamos estas crenças na nossa assinatura: “Empowering Imagination”. Em 2019, Kering tinha mais de 38.000 funcionários e receitas de 15,9 mil milhões de euros.

Tradução por EmmaWatsonPortugal.Org

Sobre Emma Watson

Emma Watson é uma atriz e ativista britânica. Chamou a atenção do público pela primeira vez ao protagonizar Hermione Granger nas adaptações cinematográficas da série de livros Harry Potter, que tiveram imenso sucesso em todo o mundo.

Vinte anos depois, ela é uma das atrizes mais populares e uma das ativistas mais conhecidas. A filmografia de Emma Watson inclui The Perks of Being a Wallflower, The Bling Ring, Noah e Beauty and the Beast da Disney. Mais recentemente fez parte de Little Women de Greta Gerwig.

Em maio de 2014, licenciou-se em Literatura Inglesa pela Universidade de Brown. Também em 2014, foi nomeada Embaixadora da Boa-Vontade Internacional da UN WOMEN e lançou a iniciativa HeForShe que visa envolver os homens na promoção da igualdade de género. O seu trabalho na campanha HeForShe deu-lhe lugar na lista TIME 100 das pessoas mais influentes em 2015 pela Time Magazine.

Em 2016, criou Our Shared Sheld, um clube do livro feminista.

Emma Watson faz parte do Comité de Direção de Entretenimento da TIME’S UP e levou o movimento para o Reino Unido, coordenando o seu lançamento nos UK Film BAFTAs em 2018 e criando uma rede de centenas de mulheres de toda a indústria.

A sua consultoria com o movimento das mulheres levou ao estabelecimento de um novo fundo para a Justiça e Igualdade no Reino Unido, organizado por Rosa e lançado pela Emma Watson com uma doação de 1 milhão de libras. O fundo visa acabar com as culturas de assédio, abuso e impunidade ao contratar organizações especialidades nesta área. Também ajudou a lançar novas diretrizes da indústria britânica sobre assédio e bullying com a British Film Institute (BFI), a British Academy of Film and TV Arts (BAFTA), a Advisory, Conciliation and Arbitration Service (ACAS) e outros órgãos de liderança. Em 2019, o presidente francês Emmanuel Macron convidou-a para fazer parte do G7’s Advisory Gender Equality Council.

Emma Watson é também pioneira na defesa da moda sustentável e é apoiante da Good On You, uma aplicação móvel que permite aos consumidores verificar as credenciais de sustentabilidade das marcas de roupa.

Em 2018, foi convidada para editar uma edição da Vogue Australia sobre desenvolvimento sustentável e consumo responsável.

Tradução por EmmaWatsonPortugal.Org
16/Jun/2020 Daniela Godinho 0 comentários

Emma, Fotos, ,

Emma cria lista de reprodução no Spotify sobre racismo

Durante os últimos dias, a Emma esteve a preparar uma lista de reprodução no Spotify com diversos conteúdos sobre racismo para aqueles que querem aprender mais sobre o assunto e como podem ajudar.

Os dois primeiros conteúdos são a entrevista com a Reni Eddo-Lodge que a Emma realizou para o clube Our Shared Shelf e a leitura de um capítulo da escritora gravada pela Emma.

Oiçam e partilhem a lista de reprodução aqui.

Na semana passada, para tornar mais fácil para que outros possam aceder aos tantos recursos úteis que existem, comecei uma lista de reprodução no @Spotify com podcasts, textos, análises e dicussão que me têm ajudado a perceber o racismo sistémico, supremacia branca e as experiências de pessoas negras, indígenas e de cor.

Em primeiro lugar na lista de reprodução está uma entrevista com @renieddolodge sobre o seu livro ‘Why I am no longer talking to white people about race’ que fez parte do meu clube do livro @OurSharedShelf. Em segundo está uma leitura do capítulo “Histories” do livro dela. Eu mesma fiz a narrativa porque me tirou o fôlego quando o li pela primeira vez. Continha tanta história que nunca me ensinaram na escola. Espero que nenhuma outra geração de crianças tenha que crescer sem perceber o contexto histórico do racismo contemporâneo.⁣

Podem encontrar a minha lista de reprodução Our Shared Podcast no Spotify e espero que achem a minha coleção estimulante e que vos leve a pensar. […]

Muito obrigada às pessoas que partilharam recomendações para esta lista, e para todos os que trabalharam tanto durante os últimos 10 dias para ter isto em funcionamento, especialmente @renieddolodge, @bloomsburypublishing, @Audible, @Spotify, @anchor.fm e toda a minha equipa.

#blacklivesmatter #blackliberation #saytheirname #sayhername #sayhisname #racialjustice #blmmovement #blackauthors

Tradução por EmmaWatsonPortugal.Org

Abaixo deixamos alguns conteúdos que a Emma tem partilhado sobre este assunto.

Ler mais
7/Jun/2020 Daniela Godinho 0 comentários

Emma, , ,

Emma recebe críticas após publicações de apoio a Black Lives Matter

A Emma tem estado envolta em polémica depois de receber críticas pelas últimas publicações que fez no Instagram. Começou por publicar três imagens brancas sem qualquer descrição e posteriormente três imagens pretas em apoio ao movimento Black Out Tuesday e Black Lives Matter com a moldura branca que costuma usar em todas as suas publicações.

Após as críticas, a Emma tem publicado e divulgado vários materiais e links de apoio ao movimento e uma declaração dizendo: “A minha declaração não foi escrita – como os media estão a dizer – como um pedido de desculpas ou reação. Esta declaração foi redigida na semana passada.”

Há tanto racismo, tanto no nosso passado como presente, que não é reconhecido nem contabilizado. A supremacia branca é um dos sistemas de hierarquia e dominância, de exploração e opressão, que está firmemente enraizado na sociedade. Como pessoa de raça branca, eu tenho beneficiado disto. Embora possamos sentir que, como indivíduos, estamos a trabalhar muito internamente para ser anti-racistas, precisamos de trabalhar mais externamente para ativamente enfrentar o racismo estrutural e institucional à nossa volta. Eu ainda estou a aprender sobre as muitas formas que eu inconscientemente apoio e defendo um sistema que é estruturalmente racista… Durante os próximos dias, vou usar o meu link da bio e o Twitter para partilhar links para recursos que eu achei úteis para a minha própria pesquisa, aprendizagem, escuta… Eu vejo a vossa raiva, tristeza e dor. Eu não posso saber como vocês se sentem mas isso não significa que eu não tente.

– Emma

Tradução por EmmaWatsonPortugal.Org
4/Jun/2020 Daniela Godinho 1 comentário

Emma,

Caderneta de cromos de ‘Harry Potter’ já disponível

A empresa Panini lançou uma nova caderneta de cromos dedicada à saga Harry Potter. Esta coleção inclui 216 cromos e 50 cartas e podem encontrá-la nas papelarias, quiosques e alguns supermercados do país. Mais informações aqui.

Relembramos que em 2017 a versão do filme Beauty And The Beast (em português, A Bela e o Monstro) em que a Emma participou também teve uma caderneta de cromos.

8/Mai/2020 Daniela Godinho 0 comentários

Filmes, Portugal, , ,

Emma assina carta do G7 Council relativa à pandemia

Como membro do G7 Gender Equality Advisory Council, a Emma assinou um documento que alerta os membros do G7 (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido) para a necessidade de resposta aos desafios das mulheres e da prevenção da deterioração das diferenças de género e direitos das mulheres com a crise da pandemia COVID-19.

As recomendações enviadas são as seguintes:

✔️ Tomar medidas especiais para apoiar os profissionais sociais e de saúde e para proporcionar condições de trabalho adequadas durante a crise, incluindo todo o equipamento necessário e habitação social perto de hospitais.

✔️ Adotar medidas para proteger quem sofre de violência doméstica. Os governos devem assegurar treino eficiente de todos os socorristas, criação de espaços de acolhimento urgente adicionais, assegurar a retirada imediata dos abusadores das casas e fornecer apoio nas linhas de ajuda.

✔️ Assegurar que a igualdade de género esteja na frente e no centro da sua resposta educativa. O fecho das escolas irá piorar as desigualdades de género existentes, particularmente das raparigas mais pobres. Os governos devem manter todas as raparigas envolvidas na aprendizagem, levar em consideração o género na retoma da escola e fazer bons compromissos de ajuda.

✔️ Garantir acesso a serviços de saúde sexual e reprodutiva, incluindo aborto, saúde materna e cuidados pré e pós-parto. Neste tempo de crise, desemprego elevado e desespero económico, também pedimos produtos menstruais e de contraceção moderna para meninas e mulheres.

✔️ Criar mensagens de serviço públicas para encorajar os homens a fazer cinquenta por cento dos cuidados e trabalhos domésticos tradicionalmente feitos por mulheres.

✔️ Fornecer dados desagregados de género na crise para dar aos profissionais de saúde e políticos a informação necessária para desenvolver respostas de saúde e socio-económicas eficazes.

✔️ Incluir mulheres em tomadas de decisão em respostas de emergência local, nacional e global; em esforços de recuperação social e económica; e na forma como fortaleceremos os nossos sistemas de saúde depois da pandemia.

Tradução por EmmaWatsonPortugal.Org

Fonte

24/Abr/2020 Daniela Godinho 0 comentários

Emma, , , ,