Emma descreve vestido amarelo da Dior

A Emma usou um vestido amarelo inspirado no da sua personagem Belle (em português, Bela) enquanto leu parte da história do filme Beauty And The Beast (em português, A Bela e o Monstro) para crianças no Film Society For Kids. Há uns dias partilhou no seu Instagram a descrição deste vestido e um vídeo que conta como este foi projetado.

Um olhar mais atento na confecção do vestido de organza amarelo claro personalizado pela @dior e a capa usadas na premiere de @beautyandthebeast em Nova Iorque. A peça foi criada nos ateliers da Dior pela Maria Grazia Chiuri e trabalhada a partir de seda orgânica certificada ?

Uma espreitadela no atelier da @dior durante a confecção do vestido de organza amarelo.

A seda orgânica usada neste vestido feito à medida é certificado num padrão que garante os padrões ambientais e sociais mais elevados durante toda a produção e cada passo do processo. @ecoage trabalhou com a equipa da Dior para fornecer opções de tecidos sustentáveis para este projeto especial ?? Vestido validado pela @ecoage #ecoloves

1/Abr/2017 Daniela Godinho 0 comentários

Appearances, Filmes, Fotos, Moda, , , , ,

Look do décimo segundo dia de promoção de ‘Beauty And The Beast’

A Emma partilhou os detalhes da roupa que usou no último dia de promoção do filme Beauty And The Beast (em português, A Bela e o Monstro) em Nova Iorque.

No último dia da promoção de @beautyandthebeast falamos com adoráveis jornalistas do Japão, fizemos uma leitura no Lincoln Center para crianças de escolas locais, e atendemos à estreia e tapete vermelho de Nova Iorque. Não posso acreditar que o filme estreia amanhã! ????

Look 1: Vestido @givenchyofficial de seda orgânica certificada. @bottletoppers bolsa feita de desmandamento zero, couro amazónico; Desenvolvido pela @ecoage em parceria com a Rainforest Alliance e a National Wildlife Federation. Ele também apresenta guias de metal ré-purposed. Jóias @anakhouri, usando ouro de comércio justo. Ana planeia viajar para o Peru com a Aliança para a Mineração Responsável no final deste ano para compartilhar as histórias da sua cadeia de suprimentos.

Look 2: Vestido de organza amarelo personalizado pela @dior e capa feita de seda orgânica certificada no atelier da Dior de Maria Grazia Chiuri.

Look 3: camisola e calças por @gabrielahearst. As peças da Gabriela Hearst são feitas em pequenos atelier familiares na Puglia e Perugia. Body by @woronstore, uma marca de moda lenta que se concentra no essencial do dia-a-dia. Cada vestuário é feito de tecido Lenzing Modal®, uma fibra feita de madeira de faia proveniente de plantações florestais sustentáveis ​​na Europa. Anéis @catbirdnyc, feitos à mão em Brooklyn. @Lauralombardi brincos, feitos à mão em Nova York a partir de materiais novos, reciclados e encontrados.

Chinelos de pele falsa disponíveis em @reformation

Botas na foto 8 são livres de couro @givenchyofficial. Os instrutores da foto 9 são @etiko_fairtrade certificados GOTS treinadores orgânicos. @aglshoes couro-livre, vegan bespoke botas na foto 10.

Informação da moda verificada por Dior, Givenchy e Bottletop validados por @ecoage #ecoloves

Pele preparada com @mvskincare. Fundação @vapourbeauty e pele bronzeada com @vitaliberata. @thebodyshop Lip e Cheek Stain usado nas bochechas.

Lábios preparados com @lanolips, feitos de lanolina de grau médico e é 100% natural e livre de óleo mineral, PEGs e parabens. Os lábios são @ritueldefille. A marca foi fundada por 3 irmãs que fazem 99% cosméticos naturalmente derivados, livres de parabenos, ftalatos, corantes sintéticos ou fragrâncias sintéticas.

Marcas de beleza verificadas por @contentbeauty

Tradução de EmmaWatsonPortugal.Org

17/Mar/2017 Daniela Godinho 0 comentários

Filmes, Fotos, Moda, , , , , , ,