Emma é capa da Elle UK

A edição de dezembro da Elle UK conta com a Emma Watson na capa e uma entrevista sobre feminismo. Foi feita também uma nova sessão fotográfica com Kerry Hallihan.

A sua decisão em tornar-se ativista em nome das mulheres foi, de muitas maneiras, motivada pela sua fama como atriz. “Fama não é algo com o qual eu me tenha sentido confortável; eu luto verdadeiramente com isso emocionalmente. E, por um lado, fazer isto é a minha maneira de dar sentido à fama, de a usar. Eu encontrei uma maneira de a canalizar para outra coisa, o que a torna muito mais viável para mim. E isto é algo que eu realmente acredito,” diz ela.

Ela  também sente que o feminismo pode e deve significar coisas diferentes para todas as pessoas, mas essas pessoas devem adotá-lo. “Feminismo não está aqui para lhe ditar nada. Não é prescritivo, não é dogmático. Tudo o que estamos aqui para fazer é dar-vos uma escolha. Se quiserem concorrer a presidente, podem. Se não quiserem, isso também é fantástico.” É uma atitude que ela aprendeu como jovem. “Eu sou sortuda por ter sido educada a acreditar que a minha opinião à mesa de jantar tem valor. Eu e a minha mãe falámos tão alto como os meus irmãos.”

Fonte

29/Out/2014 Daniela Godinho 0 comentários

Entrevistas, Fotos, Revistas, Sessão fotográfica,

Leave a Reply