Entrevista da Emma a Malala no Into Film Festival

Tal como foi noticiado aqui, a Emma conduziu uma entrevista à vencedora de um Prémio Nobel e ativista Malala Yousafzai, na apresentação do documentário He Named Me Malala no Into Film Festival. A Emma publicou a entrevista na sua página do facebook, a qual podem ver abaixo.

Q&A da abertura do Into Film Festival

Hoje conheci Malala. Ela foi generosa, absolutamente graciosa, cativante e inteligente. Talvez pareça óbvio mas fiquei ainda mais impressionada em pessoa. Existem muitas ONGs pelo mundo a fazer coisas fantásticas… Mas se houvesse uma em que eu colocasse o meu dinheiro para ter sucesso e fazer mudanças neste planeta, seria a dela. (The Malala Fund). Malala não está a brincar e a medir as suas palavras (uma das muitas razões pela qual a adoro). Ela tem força nas suas convicções juntamente com um tipo de determinação que raramente encontro. E isso não pareceu ter diminuído pelo sucesso que já teve. E por último… Tem uma aura de serenidade à sua volta. Eu deixo isto para último porque é talvez o mais importante. Talvez como resultado daquilo que passou? Eu pessoalmente penso que é apenas quem ela é…

Talvez o momento mais emocionante de hoje para mim foi quando Malala abordou a questão de feminismo. Para vos dar algum contexto, inicialmente tinha planeado perguntar a Malala se era ou não feminista mas pesquisei se ela já tinha usado esta palavra para se descrever. Ao ver que não o tinha feito, decidi fazer a pergunta antes do dia da nossa entrevista. Para minha surpresa absoluta, Malala colocou a questão numa suas respostas e identificou-se com ela. Talvez feminista não é a palavra mais fácil de usar… Mas ela fê-lo de qualquer maneira. Provavelmente poderão ver na entrevista como me senti com isto. Ela também me deu tempo no final da Q&A para falar sobre o meu próprio trabalho, o que ela não precisaria de ter feito, eu estava lá para a entrevistar. Eu penso que este gesto é muito representativo do que eu e a Malala estivemos a discutir. Eu falei antes do quão a palavra feminismo é controversa atualmente. Mais recentemente, tenho aprendido o que movimento faccionado é também. Nós estamos todos a dirigir-nos ao mesmo objetivo. Vamos deixar de tornar assustador dizer que somos feministas. Quero torná-lo um movimento acolhedor. Vamos juntar as nossas mãos e mover-nos juntos para conseguirmos fazer uma mudança real. Eu e a Malala estamos dedicadas a isso mas precisamos de vocês.

Com amor, Emma x

#HeNamedMeMalala #notjustamovieamovement

Into Film Festival opening Q&APublicado por Emma Watson em Quarta-feira, 4 de Novembro de 2015

5/Nov/2015 Daniela Godinho 0 comentários

Appearances, Entrevistas, Vídeos, ,

Leave a Reply