Emma apoia IATSE e promove petição

Os trabalhadores da indústria cinematográfica estão a lutar por melhores condições de trabalho e a International Alliance of Theatrical Stage Employees (IATSE) criou uma petição dirigida à Alliance of Motion Picture and Television Producers (AMPTP) que representa a maioria das empresas de produção e que rejeitou os seus pedidos anteriormente. A Emma deixou um texto no seu Twitter dando o seu apoio a estes colaboradores e pedindo a todos para assinarem a petição.

Tendo crescido enquanto criança na indústria do cinema, os membros da equipa não eram apenas pessoas com quem eu trabalhava – eles substituíam a família. Eles eram os primeiros que eu via de manhã e os últimos que eu via à noite. Sem estas pessoas queridas, trabalhadoras e talentosas – eu nunca teria uma carreira e não teria sobrevivido. Muitas vezes ao fazer filmes eu vi figurantes e membros da equipa serem tratados de maneiras que me deixaram com medo pela sua segurança e bem estar. Se isso era preocupante, eles chegavam a casa em segurança às 5 da manhã depois de um dia de trabalho de mais de 16 horas ou de lhes terem pedido para trabalhar sem intervalos para almoço ou descansar… Eu também soube de realizadores assistentes a quem lhes foi dito que seriam despedidos se fossem apanhados sentados. Muitas vezes o horário de sono que me pediam para fazer num filme deixava-me uma confusão total quando as filmagens acabavam e eu sei que nunca cheguei ao pior. Não sei honestamente como é que a equipa o consegue.

Obrigada a cada membro da equipa em pré-produção, produção, e pós-produção com quem eu trabalhei nos últimos 22 anos… Obrigada pela vossa dedicação inacreditável, perseverança, paciência e empatia. O mínimo que vocês merecem é um local de trabalho seguro, salários dignos e horas de trabalho que protejam a vossa saúde física e mental. Os filmes que trazem conforto e felicidade a tanta gente não existiriam sem vocês. Vocês também merecem ver a vossa família. Obrigada à @ia_stories, @BritCrewStories e outros por destacarem as diferenças enormes entre como os atores como eu vivem a experiência no set e as condições de trabalho que são impostas aos técnicos de eletricidade, aos artistas de cabelo e maquilhagem e de vestiário, aos produtores assistentes e tantos outros cujas capacidades são absolutamente vitais para qualquer produção.

A disparidade não pode continuar a ser ignorada e os dados são claros. Um estudo recente no Reino Unido pela @filmtvcharity mostrou que 9 em 10 pessoas que trabalham nos bastidores de filmes e televisão tiveram um problema de saúde mental, com provas que mostram que as condições de trabalho, cultura da indústria e falta de apoio acessível criam condições onde a saúde mental e bem estar sofrem. Os estúdios devem ouvir os profissionais mais trabalhadores da nossa indústria e ajudar a criar uma cultura de trabalho de que possamos estar orgulhosos e que respeita a nossa igualdade de trabalho.”

Tradução por EmmaWatsonPortugal.Org

A petição pode ser assinada aqui.

23/Out/2021 Daniela Godinho 0 comentários

Emma, Filmes, ,